Aba 1

Postado em 05 de Junho às 15h22

É tempo de Cuidar: “O amor nos coloca em movimento”

Geral (42)
Diocese de Chapecó/SC Toda ação parte de uma percepção que vem através de uma reflexão, de um olhar, de uma situação, enfim, de algo que toca, sensibiliza, move as entranhas da...



Toda ação parte de uma percepção que vem através de uma reflexão, de um olhar, de uma situação, enfim, de algo que toca, sensibiliza, move as entranhas da compaixão misericordiosa. E, graças a Deus existem muitos corações suscetíveis, abertos, generosos que começam a se encontrar através de redes de solidariedade.

Foi assim, que um dos grupos de reflexão do Distrito Marechal Bormann iniciou sua campanha. Ao final do encontro assumiram fazer cestas básicas para famílias em dificuldade. E, foram além, sabendo da existência de famílias de migrantes venezuelanos vivendo em situação precária decidiram ajudar não somente com cestas, mas com outras doações. Foi assim, que conseguiram não somente mobílias, mas emprego e casa. E, este gesto foi ainda maior, pois agregou outras pessoas ampliando para além do grupo.

Vida nova, dignidade, enfim, amor em movimento. E, como diz Pe. Júlio Lancellotti em sua homília no 3º domingo da Páscoa: “Jesus é reconhecido na partilha do pão e não na acumulação do pão. A acumulação propicia a desigualdade com concentração de pão na mesa de alguns e escassez de pão na mesa de muitos”.

E, neste tempo de pandemia, que nossos sentimentos e cuidado com a vida sejam exercidos com amor e que estes singelos e valiosos gestos não saiam mais de nossas vidas. Pois, assim, como o Bom Samaritano que “viu, sentiu compaixão e cuidou dele”, sejamos nós, Bons Samaritanos neste mundo. 

Irmã Eudinea Costa | RPs Sul e Sudeste

  • Diocese de Chapecó/SC -
  • Diocese de Chapecó/SC -
  • Diocese de Chapecó/SC -
  • Diocese de Chapecó/SC -
  • Diocese de Chapecó/SC -

Veja também

“República não é algo pronto, exige a participação e cuidado dos cidadãos em cada época”, diz dom Leonardo Steiner14/12/17 Nesta quarta-feira, 15 de novembro, celebra-se os 128 anos de proclamação da República. O secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, concedeu entrevista à equipe de assessoria de imprensa sobre o significado da data. A República Brasileira foi proclamada como resultado de um levante político-militar que deu ao Brasil a forma republicana federativa......
Escola Regional de Catequese finaliza 13ª turma24/09/19 “As mãos que ajudam são mais santas que os lábios que louvam”                                           ......

Voltar para Notícias