Aba 1

Postado em 30 de Novembro de 2018 às 11h37

CELEBRAR O ADVENTO

Diocese de Chapecó/SC Celebrar o advento é festejar a novidade de Deus acontecendo na vida da gente! Como a noiva vai ao encontro do seu bem amado; Como a terra se abre à semente; Como a sentinela espera o dia chegar; Como o povo...

Celebrar o advento é festejar a novidade de Deus acontecendo na vida da gente! Como a noiva vai ao encontro do seu bem amado; Como a terra se abre à semente; Como a sentinela espera o dia chegar; Como o povo espera sua libertação. É a páscoa do advento! A morte do que é velho em nós, em nossas comunidades e sociedade! O acolhimento daquilo que nos transforma e renova! É começar uma etapa nova (um novo ano litúrgico) na caminhada da gente para Deus e seu Reino!

O Advento começa às vésperas do domingo mais próximo do dia 30 de novembro e vai até as primeiras vésperas do natal de Jesus, contando quatro domingos. Sua liturgia nos impulsiona a reviver alguns dos valores essenciais dos cristãos, como a alegria, a vigilância, a esperança, a pobreza, a conversão.

A coroa de advento é feita com ramos verdes, geralmente envolvida por uma fita vermelha e nela 4 velas são afixadas. Ela simboliza e comunica que naquela Igreja, casa, escritório ou qualquer espaço em que ela esteja vivem pessoas que se preparam com alegria para celebrar a vinda de Deus ao mundo, o Natal.

O círculo da coroa simboliza a nova aliança de Deus com a humanidade. Esta nova aliança é celebrada no sacramento da Santa Ceia. Os ramos que, mesmo cortados, permanecem verdes por semanas comunicam à esperança que leva a perseverança, uma entrega total da vida a Deus.

A fita vermelha está relacionada com a cor vermelha, que na tradição litúrgica está ligada à cor do fogo e do sangue. Simboliza a cor da vida, do amor. A nova aliança de Deus com a humanidade foi feita com amor, doação e sacrifício.

As 4 velas que vão sendo acesas uma a cada domingo que antecede ao dia 25 de dezembro, são para iluminar a vigília do advento, a preparação para vinda da luz ao mundo. Simboliza que Jesus Cristo é a luz do mundo. Comunica a alegria da vida que procede de Deus, aquela que vai além dos limites que a vida no mundo impõe.

Alguns registros históricos contam que a coroa de advento surgiu em uma instituição que abrigava crianças pobres. Inicialmente ela continha entre 22 a 28 velas, uma para cada dia do tempo de advento. Devido aos custos diminuiu-se o número de velas, permanecendo apenas 4, uma para cada semana.

Ir. Ivone Azevedo

(Texto publicado no Jornal Diocesano)

Veja também

Nova Presidência da CNBB14/05/19 Dom Odelir José Magri, foi eleito presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial para o quadriênio de 2019 a 2023, na 57º Assembleia Geral dos Bispos do Brasil (AGBB), no dia sete de maio deste ano. Dom Odelir já atuava como coordenador do Grupo de Trabalho que prepara as atividades de......
Padre Romualdo Zimmer celebra 60 anos de ordenação20/12/18 Nesta quinta-feira, 20 de dezembro, o padre diocesano Romualdo Zimmer celebrará uma missa em ação de graças pelos seus 60 anos de ordenação. A celebraçaõ será as 19h, na Igreja Matriz de......

Voltar para Notícias