Aba 1

Postado em 22 de Abril de 2020 às 15h30

Bispos de Santa Catarina lançam nota sobre a Portaria 254 do Governo de Santa Catarina

Destaque (82)Geral (52)
Diocese de Chapecó/SC Os bispos do Regional Sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) emitiram uma nota na tarde desta quarta-feira, 22 de abril, sobre a Portaria 254 do governo de Santa Catarina, com normas para o...

Os bispos do Regional Sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) emitiram uma nota na tarde desta quarta-feira, 22 de abril, sobre a Portaria 254 do governo de Santa Catarina, com normas para o funcionamento de igrejas, templos e afins. Na nota, os bispos reafirmam o compromisso de promoção do bem comum e de proteção da vida, e que entendem a preocupação que levou às restrições contidas na Portaria. Ao mesmo tempo, tendo em vista as diferentes realidades presentes em no estado de Santa Catarina, precisam de tempo para adaptação a algumas regras que protegem a vida, dom de Deus.

Leia a nota na íntegra:

Deus nunca nos abandona
“Eu vim para que todos tenham vida” (Jo 10,10).

Em meio à pandemia em consequência do novo coronavírus, e diante da Portaria 254 da Secretaria de Estado da Saúde, de 20 de abril de 2020, com normas para o funcionamento de igrejas, templos e afins, os (Arce) Bispos do Regional Sul 4 da CNBB – Santa Catarina, querem dirigir-se ao Povo a eles confiado, com uma mensagem de apoio, esperança e orientação.

“Fomos surpreendidos por uma tempestade inesperada e furiosa. Damo-nos conta de estar no mesmo barco, todos frágeis e desorientados, mas ao mesmo tempo importantes e necessários: todos chamados a remar juntos, todos necessitados de mútuo encorajamento” (Papa Francisco). A coragem e o conforto nos vêm da certeza dada pelo Senhor: “Eis que estou convosco todos os dias” (Mt 28,20).

Estamos todos com saudades uns dos outros, desejosos de nos reencontrar: sentimos falta das Celebrações Eucarísticas, dos Sacramentos e do envolvimento direto nas Pastorais, Associações, Organismos e Movimentos. Porém, a consciência da gravidade da situação pela qual passamos, que destrói nossas economias e, sobretudo, ameaça seriamente nossa vida, o tesouro imenso que nos foi dado pelo Criador e do qual devemos cuidar, obriga-nos a dar atenção e a considerar, de forma irrestrita, as orientações dos especialistas de saúde e autoridades competentes.

Com zelo pastoral, reafirmamos o compromisso de promoção do bem comum e de proteção da vida. Entendemos a preocupação que levou às restrições contidas na Portaria 254. Entretanto, tendo em vista as diferentes realidades presentes em nosso estado, precisamos de tempo para nos adaptar a algumas regras que protegem a vida, dom de Deus. Por exemplo, a norma de não participar das celebrações pessoas pertencentes ao grupo de risco, inclui muitos padres, impossibilitando-os a presidir as celebrações (Art. 5º, item I). Outras regras interferem na liturgia e, até o momento, soluções não foram encontradas. Como o item IV do Artigo. 4º que determina para a comunhão eucarística, que as hóstias somente poderão ser distribuídas se estiverem pré-embaladas para uso pessoal.

É consenso entre os (Arce) Bispos que a Arquidiocese de Florianópolis, a título de experiência, nas paróquias onde for possível, fará celebrações com a possibilidade de os fiéis participarem, respeitando as normas previstas. As demais Dioceses: Joinville, Lages, Tubarão, Rio do Sul, Joaçaba, Chapecó, Caçador, Blumenau e Criciúma, continuarão com o modo de proceder atual até o dia 03 de maio de 2020.

Concluindo, exortamos a todos para que aproveitem a oportunidade do Tempo Pascal, e façam em família, a experiência do encontro com Jesus Ressuscitado, vivendo em pequena medida, o mistério da Igreja, comunidade de fé e testemunho. Multipliquem-se os gestos solidários entre pessoas, comunidades e sociedade: “é tempo de cuidar”. “Não pensemos só nos nossos interesses, nos interesses parciais. Aproveitemos esta prova como uma oportunidade para preparar o amanhã de todos, sem descartar ninguém. De todos. Porque, sem uma visão de conjunto, não haverá futuro para ninguém” (Papa Francisco).

Florianópolis, 22 de abril de 2020

Dom Frei Severino Clasen
Bispo da Diocese de Caçador
Presidente do Regional Sul 4


Dom Francisco Carlos Bach
Bispo da Diocese de Joinville
Vice-presidente do Regional Sul 4


Dom Frei Mário Marquez
Bispo da Diocese de Joaçaba
Secretário do Regional Sul 4
 

Veja também

Mês da Bíblia e o Livro da Sabedoria, por Pe. Cleto Stülp14/09/18 Sabedoria, o livro indicado para o estudo bíblico deste mês de setembro, é o último escrito do Antigo Testamento. Sua autoria, com registro originário em grego, provavelmente é de um judeu que vivia em Alexandria, no Egito. Destinatário especial são os governantes, para que ajam com justiça; também os sábios gregos, para que conheçam......

Voltar para Notícias


Uso de Cookies

Nós utilizamos cookies com o objetivo de oferecer a melhor experiência no uso do nosso site. Ao continuar sua navegação, você concorda com os nossos Termos de Uso.